quinta-feira, 29 de julho de 2010

Prefeito solicita recursos para modernização da Guarda Municipal


Na última quarta
feira (28/07), 
o prefeito Nelson 
Trad Filho 
encaminhou um 
ofício ao ministro 
da Justiça, Luiz 
Paulo Barreto, 
com um projeto 
de reestruturação 
da Guarda Municipal, 
destacando a 
importância da 
readequação 
para auxiliar na 
segurança publica da Capital e do Estado.


Segundo Nelsinho, o apoio da Guarda é de extrema importância para 
manter a ordem e a segurança pública, por isso se faz necessário 
uma modificação deste porte. “Um dos principais direitos da população 
é a segurança pública. Para isso, queremos investir em cursos de 
capacitação do efetivo, aquisição de uniformes, veículos e armas de 
proteção”, argumentou.


Por meio de um documento que solicita três convênios foram ressaltadas 
necessidades como reequipamento, cursos de capacitação e obtenção 
de material de consumo no valor de R$ 3 milhões ao Ministério da 
Justiça. Este pedido é possível graças a uma iniciativa inédita 
desenvolvida no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania 
(Pronasci).


O projeto foca políticas de segurança com ações sociais, prevenção e 
causas que levam à violência, além de desenvolver estratégias de 
ordenamento social e segurança pública. Os principais eixos de trabalho 
do Pronasci são: 
a valorização dos profissionais de segurança pública, 
reestruturação do sistema penitenciário, 
combate à corrupção policial e o envolvimento da comunidade na
prevenção da violência.


Situação – A coordenadoria da Guarda Municipal tem hoje 1.200 
profissionais, comandados pelo tenente-coronel da PM, Paulo César 
Monteiro Ayres. Entre os serviços prestados a comunidade estão a 
segurança em eventos públicos, escolta, fiscalização ambiental. 
No mês de junho, um relatório divulgado apontou 310 pedidos de 
rondas realizadas em vários pontos da Capital.


Apesar da participação recente em eventos de grande porte, o 
tenente coronel Ayres avalia como positivo os resultados.
“Em razão da presença da Guarda, não foram registradas 
ocorrências graves no interior da Cidade da Copta, no 8º 
Arraial de Santo Antônio, além de diversas festas juninas 
promovidas em escolas da Rede Municipal de Ensino”, explica.


Na avaliação do prefeito, a atuação do departamento precisa 
estar fundamentada numa parceria com a população e com as 
instituições de segurança pública e defesa social. “Trabalhando 
em união, podemos priorizar a resolução de problemas como o 
crime, a exclusão social e a desigualdade social. Por isso, tenho 
certeza que com a adesão de Campo Grande


Fonte/Autor: Aline Oliveira Mtb/MS 044
Postar um comentário