quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Bate boca entre o Verador Paulo Pedra e Flávio César marca dia na Câmara.

Bate boca marca sessão da Câmara de Vereadores da Capital nesta terça-feira, 27 de outubro. A discussão foi protagonizada por Paulo Pedra (PDT) e Flávio César (PTdoB). Os alvos foram os partidos de ambos.


Os parlamentares se revezavam entre falas durante uso do direito à palavra livre ou apARTES demonstrando indignação com a vinda de detentos Considerados de Periculosidade alta do Rio de Janeiro ao Presídio de Campo Grande. Todos citavam uma reunião realizada ontem Autoridades pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e do Legislativo, do Judiciário e Eclesiasticas, em seu gabinete para tratarem de uma forma de Repudio a vinda de dez chefes do Fluminense narcotráfico.

Pedra começou seu discurso de forma diferente dos proferidos pelos colegas que o antecederam. Ela Afirmou que foi algo ruim uma vinda dos detentos para cá, mas um que não era hora de retirarem outras questões da pauta da Prefeitura e da Câmara. Ele citou: que o Restaurante Popular do bairro Parque Lageado (que oferecia almoço a R $ 1,00) - fechado há alguns anos - poderia retornar, que os guardas municipais de Campo Grande Recebem pouco, segundo ele, pela responsabilidade que suas atividades Possuem ; e que os bairros circunvizinhos ao Presídio Deveriam, então, Receber mais estrutura por parte da Prefeitura.

Finalizado o aparte, Pedra exaltou a voz: "O partido de Vossa Excelência é de aluguel. Não venha falar do meu partido, é que um partido de história. Nem sei se o seu partido prefeito tem algum. O prefeito de mais aceitação no Estado é o de Corumbá [Ruitter Cunha], que é do PT. Ou seja, temos prefeitos do PT que são bons, temos PREFEITOS do PT que são ruínas. Temos prefeitos do PMDB de São ruínas que temos e prefeitos do PMDB que são bons. Agora, o seu partido, não tem nenhum exemplo. A não ser, ser partido de aluguel ".

Pedra finalizou: "Quero que pergunte uma Vossa Excelência um especialista na área de Segurança Pública - porque Vossa Excelência não sabe nada sobre segurança pública - sobre quanto Deveria ganhar um guarda municipal. Quero que Vossa Excelência venha com argumentos e não com notícia de 2003. "

fonte: http://www.capitalnews.com.br/
Postar um comentário